As salas de aula andam silenciosas às sextas-feiras, enquanto ruas do mundo inteiro ganham vida novamente com cantos e lamentos de uma nova geração de ativistas climáticos.  O que começou como um protesto individual da jovem Greta Thunberg virou um movimento de milhões de pessoas que aproveitam as sextas-feiras para fazer parte da mobilização #FridaysForFuture, as Sextas-Feiras pelo Futuro, em pelo menos 2.000 localidades de mais de 160 países.

As vozes dos estudantes em greve reverberam pelos corredores do poder, com uma autoridade moral e urgência que despertaram o planeta para a verdadeira escala da emergência climática.

Os organizadores das greves escolares publicaram uma convocação enérgica no jornal britânico The Guardian, conclamando pessoas de todas as idades a participarem da Mobilização Global pelo Clima, que acontecerá em setembro.

Se você se inspirou com os estudantes em greve, mas não sabe direito como ajudar, confira as 3 formas de apoio mais significativas: 

1. Participe da Mobilização Global pelo Clima

Os estudantes em greve estão convocando o mundo inteiro a participar de uma semana de ações pelo clima que começa em 20 de setembro: jovens, mães, pais, trabalhadores, aposentados e todos os seres humanos preocupados com o nosso futuro.

Pessoas de todas as partes do mundo usarão seu poder para agir diferente diante da crise do clima. Os jovens esperam que esse momento mostre o apoio de milhões de pessoas que temem a emergência climática – mas que, até agora, em sua maioria, estavam à margem do processo.

Junte-se aos jovens que estarão nas ruas, exija o fim da era dos combustíveis fósseis e cobre uma ação urgente para evitar o colapso climático. O dia 20 de setembro dará início a uma semana global de greves, ações e atividades

Assuma o compromisso de se unir aos estudantes em greve

2. Espalhe a mensagem

É tão simples quanto parece. Fale com todas as pessoas que você conhece – jovens e adultos – sobre as greves pelo clima, suas conquistas e o nosso papel de apoiar os estudantes.  Explique seus motivos para querer uma ação climática urgente. Fale com as pessoas a respeito da mensagem de Greta sobre a emergência climática – melhor ainda, mostre a elas um de seus impressionantes discursos.

Compartilhe com seus contatos o mapa que mostra todas as greves escolares previstas até setembro. 

No dia 24 de maio, estudantes fazem greve pelo clima em frente à prefeitura de Bangalore, na Índia

Se você participar como apoiador de uma greve escolar e compartilhar conteúdo, certifique-se de que os jovens ativistas se expressem com suas próprias palavras. Você pode fazer isso, por exemplo, pedindo aos jovens um depoimento breve sobre por que eles estão em greve (peça autorização deles antes de publicar os posts). Amplifique as vozes de jovens que, na sua visão, estão sendo negligenciados pela imprensa. Descreva o ambiente, fotografe os cartazes mais bem-humorados, grave vídeos das melhores músicas e divirta-se! E lembre-se de usar as hashtags #climatestrike e #fridaysforfuture!

Se você é mãe, pai ou responsável, manifeste de forma explícita que você permite a participação dos jovens, se eles assim desejarem. Se você é empregador(a), faça o mesmo.  Lidere pelo exemplo.

Não subestime o poder que você tem de inspirar seus amigos quando se engaja de corpo e alma em uma causa. 

Mas lembre-se: o seu papel é ouvir e amplificar o chamado dos jovens, e não entrar e tomar conta. Escute as preocupações, esperanças e crenças dos jovens ao seu redor. Leve-os a sério. Ao conversar com outros adultos, demonstre seu apoio à mobilização: seja explícito sobre sua adesão, levando a mensagem dos estudantes em greve a espaços que eles não podem acessar.

Compartilhe este vídeo no Facebook e no Twitter e fale sobre a Mobilização Global pelo Clima com seus amigos e familiares.

Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter

3. Mobilize sua comunidade

Ative sua rede de contatos (sim, você tem uma!) em apoio à mobilização. Manifeste-se nas organizações, associações ou grupos religiosos aos quais você pertence. Você faz parte de algum grupo de pais ou de leitura? Fale sobre as greves escolares no próximo encontro. Demonstre seu apoio publicamente nas redes sociais. Mobilize outras pessoas para ações e eventos da Mobilização Global pelo Clima.

Vá mais longe: você ou seus amigos conhecem repórteres de rádios e jornais locais? Peça a esses profissionais uma cobertura da Mobilização Global pelo Clima. Por acaso você tem um bom relacionamento com algum político local ou alguém que trabalha na prefeitura da sua cidade? Entre em contato para que essas pessoas ajudem a amplificar as greves pelo clima – ou para que, pelo menos, elas não desencorajem as mobilizações nem penalizem os estudantes!

Se você já faz parte de um grupo de ativistas, pense em como vocês podem participar ou ajudar antes e depois de 20 de setembro para manter o entusiasmo da mobilização em alta. Vincule explicitamente suas ações às greves escolares (“Estamos agindo em resposta à convocação dos estudantes em greve!”).

Confira este novo recurso incrível:   Caderno de Resistência Climática (distribua cópias entre os jovens ativistas)

Em 24 de maio, estudantes de Odessa, na Ucrânia, participam pela primeira vez das greves pelo clima da iniciativa Fridays For Future

Pense em longo prazo: fale com seus filhos e outros adultos sobre o que pode ser feito para manter as pessoas engajadas na mobilização até 20 de setembro. Quais são as necessidades práticas? Crie um grupo no WhatsApp, planeje uma reunião informal ou sessões noturnas de cinema para manter a regularidade dos encontros.

Se você já é um ativista climático,  convide estudantes em greve a participar e se manifestar em seus próximos eventos.  Que talconvidá-los a escrever um e-mail que possa ser compartilhado com os seus contatos? Procure e entre em contato com participantes de qualquer greve escolar recente e com grupos climáticos que tenham surgido em sua comunidade. Vocês podem planejar ações em conjunto até setembro.  Uma das melhores formas de fazer isso é por meio da plataforma #FridaysForFuture e buscando perfis e publicações nas redes sociais.