COMO ORGANIZAR UMA MOBILIZAÇÃO PELO CLIMA

MOBILIZE OS COLEGAS DE TRABALHO

Passo 1: Início da mobilização

Convide seus colegas para almoçar e conversar a respeito, ou então use a newsletter, o quadro de avisos ou a lista de e-mails do seu trabalho para compartilhar informações sobre a Mobilização Global pelo Clima.

Tente conversar sobre as relações entre a crise climática e o seu segmento profissional. Proponha caminhos para você e seus colegas participarem das greves, e definam juntos o que exatamente vocês desejam fazer.

Se você estiver empolgado com esse momento, não subestime o seu poder de inspirar amigos e colegas. Você também pode convidar algum estudante que entrará em greve para falar com seus colegas sobre a mobilização e planejá-la com você – entre em contato via #FridaysForFuture.

Alguns empregadores requerem aviso prévio para esse tipo de ação.

Passo 2: Apresente uma proposta ou resolução ao seu empregador

Quando você tiver um plano ou interesse inicial, faça uma proposta ao seu empregador, sugerindo como e por que a organização onde vocês trabalham deveria participar da Mobilização Global pelo Clima. Negocie um acordo que funcione para todos e lembre-se de que uma das metas pt.globalclimatestrike.net é encorajar o ativismo e romper com o status quo em relação ao clima, no mundo inteiro, forçando os políticos a agirem em relação à crise climática com a devida urgência.

Passo 3: Divulgue o apoio do seu empregador

Com a aprovação do seu empregador em apoio às greves, sugira a divulgação pública dessa iniciativa – em uma newsletter interna, por e-mail, no site da sua organização, em posts nas redes sociais etc.

Cole cartazes/distribua flyers por toda parte. Convide colegas a fazer o mesmo em suas redes de contatos.

Publique selfies ou fotos de sua equipe nas redes sociais com a hashtag #ClimateStrike [#MobilizaçãoPeloClima], para que os estudantes em greve saibam que a sua organização aderiu à mobilização e para inspirar outros empregadores a seguirem o exemplo.

 

View this post on Instagram

 

Unions meeting about how they can support the September 20 Climate Strike #schoolstrike4climate #climatestrike

A post shared by Ambrose Hayes (@ambrose2005hayes) on

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ideias para os trabalhadores

Vários sindicatos do mundo todo já declararam seu apoio às greves dos estudantes e vão participar de diversos tipos de ações como forma de protesto político no dia 20 de setembro e durante a semana seguinte. Essas ações vão tomar diversas formas, e algumas ideias estão listadas aqui abaixo.

Dependendo do país, os direitos dos trabalhadores e as leis trabalhistas variam muito. Além disso, nem todo mundo pode fazer greve ou se filiar a um sindicato sem riscos de sanções legais. Em um mundo tão desigual, algumas pessoas não podem abrir mão da renda de um dia de trabalho, e há inclusive quem seria demitido se ousasse participar de uma greve.

Também existem profissionais que não podem parar: médicos que trabalham em prontos-socorros, por exemplo, precisam continuar salvando vidas. Mas muitxs trabalhadores e trabalhadoras vão entrar em ação, e isso pode incluir decisões de sindicatos e seus filiados de chamar uma greve.

Confira diferentes maneiras de participar ou apoiar a Mobilização Global pelo Clima, mesmo que você tenha que trabalhar nos dias 20 e/ou 27 de setembro:

Organize uma saída do seu trabalho

Se houver um grupo de colegas dispostos, você pode organizar uma saída, em um horário específico, para que a equipe se reúna fora do trabalho – ou vocês podem sair e se juntar a uma greve na sua região. Fotografe e compartilhe as imagens – seja criativx para representar visualmente a sua ação. Muitos empregadores requerem aviso prévio para ações no local de trabalho.

Pergunte ao seu empregador ou seu/sua chefe se ele ou ela estão apoiando seus filhos e netos, e se considerariam se unir aos funcionários em alguma das ações sugeridas aqui ou em qualquer outra ideia de ação que você e seus colegas de trabalho possam ter.

Organize um dia de treinamento

Você conseguiria organizar, em paralelo às greves e junto ao seu empregador, um dia de treinamento sobre a crise climática e seus impactos no segmento em que vocês atuam? Participar de uma Mobilização pelo Clima local pode ser uma parte importante do treinamento de todos os participantes!

 

Organize uma ação no seu trabalho

Para ampliar a conscientização da sua comunidade, você e seus colegas podem promover um evento breve em solidariedade aos grevistas – postando selfies nas redes sociais que mostrem o que vocês estão fazendo e por que estão mobilizados.

Você pode encorajar as pessoas a usarem um adereço ou uma faixa em solidariedade à mobilização. Outra possibilidade é fazer “soar o alarme”, em uma iniciativa de muito barulho ou em uma vigília silenciosa. Seja criativo(a) ao pensar sobre como a sua organização está relacionada com a crise climática. Entre em contato com organizadores dos eventos #ClimateStrike [#MobilizaçãoPeloClima] em profissões similares, no mundo inteiro, usando a hashtag da mobilização.

 

Peça formalmente uma folga

Você pode pedir formalmente uma folga no seu trabalho e encorajar os colegas a fazerem o mesmo. Faça com que seu empregador saiba por que você pediu folga, garantindo que a sua ação gere conscientização sobre a gravidade da crise climática e o sacrifício que você e outras pessoas estão fazendo para se mobilizar.

 

Faça um intervalo maior de almoço

Caso você não possa tirar um dia inteiro, por que não usar o intervalo de almoço para ir com os colegas até uma #ClimateStrike [#MobilizaçãoPeloClima]? Muitas greves serão realizadas em horários próximos do meio-dia, de 20 a 27 de setembro. Se possível, considere ir mais cedo ao trabalho ou terminar suas tarefas mais tarde.

Alguns empregadores podem requerer aviso prévio para esse tipo de ação.

Faça com que o seu trabalho estabeleça uma resolução

Alguns empregadores já anunciaram que darão folga, sem qualquer desconto ou penalidade, para que suas equipes possam participar da Mobilização Global pelo Clima. Você e seus colegas podem propor o mesmo e fazer com que a sua organização divulgue o fato, construindo liderança e conscientização sobre o tema. Confira o exemplo de uma moção da University of Technology Sydney, na Austrália.

 

Nós o/a encorajamos a entrar em ação e participar de um evento da Mobilização Global pelo Clima. Se você estiver em dúvida sobre os aspectos legais de participar, ou preocupadx por alguma outra razão, consulte um sindicato.

MOBILIZE A SUA COMUNIDADE

 

Alie-se aos estudantes em greve

Antes de começar a organizar uma #ClimateStrike [#MobilizaçãoPeloClima], certifique-se de localizar e entrar em contato com qualquer grupo de estudantes ou ativistas de sua comunidade, para que vocês possam planejar juntos as iniciativas de setembro. Inspire-se na liderança dos jovens que convocaram a mobilização.

Você pode conversar com estudantes em greve pela plataforma #FridaysForFuture, dialogar com jovens que você conheça ou buscar esse tipo de contato nas redes sociais.

Se você já é um ativista do clima, convide estudantes em greve a participar de seus próximos eventos e encontros. Que tal convidá-los a escrever um e-mail que possa ser compartilhado com os seus contatos?

Se você estiver começando agora, pergunte aos estudantes em greve o que necessitam e como você poderia ajudá-los. Fale com jovens que você conheça e outros adultos sobre o que poderia ser feito para dar início à mobilização de setembro a partir de agora.

Quais são as questões práticas fundamentais? Você poderia oferecer um espaço de encontro? Você pode ajudar os estudantes a obter uma autorização para o evento? Peças gráficas? Espaços de mídia gratuitos?

Passo 1: defina uma equipe organizadora

Você não pode fazer tudo isso sem a ajuda de outras pessoas. Reúne uma equipe organizadora que tenha as conexões, as habilidades e a paixão necessárias para que esse momento chame atenção e empodere as pessoas da sua comunidade.

Estabelecer uma estrutura de equipe com papéis claros contribui para um trabalho mais efetivo, evitando conflitos.

Além de envolver os estudantes em greve, você também pode convidar outros parceiros a participarem da equipe de organização. Para que a iniciativa explore seu potencial ao máximo, é essencial que grupos distintos trabalhem juntos.

Quais são os grupos de sua comunidade que podem trabalhar em conjunto com você na mobilização? Há espaços de instituições religiosas, equipes esportivas, sindicatos, associações, universidades, cooperativas, ateliês ou negócios locais que possam ser utilizados?

Como você pretende trabalhar em conjunto com outras pessoas e se comunicar? Qual será a frequência dos encontros?

Crie um grupo de WhatsApp ou uma lista de e-mails, planeje encontros recorrentes e estabeleça atribuições às pessoas.

Recursos:

Caderno de Resistência Climática

Organizando a Estrutura do Grupo

Delegando tarefas

Passo 2: convide sua comunidade a participar

Quando o seu evento estiver planejado, com horário e local definidos, é hora de registrar sua Mobilização pelo Clima e começar a recrutar pessoas.

Pense grande. Defina uma meta de quantas pessoas você consegue convocar. Priorize três grupos que você conseguiria convidar – líderes religiosos, vereadores, imprensa ou comerciantes, por exemplo – e que ajudariam você a trazer muitas outras pessoas de uma única vez.

Certifique-se de que você pediu a todos os inscritos que ajudem você a convidar mais pessoas. Além disso, estimule seus voluntários com tudo que estiver ao seu alcance.

Utilize as principais táticas de recrutamento:

  • escreva e-mails recorrentes aos apoiadores!
  • distribua flyers, cartazes e adesivos pela cidade
  • organize um evento de recrutamento (exemplos: um bate-papo ou a projeção de um filme)
  • bata de porta em porta
  • divulgue a mensagem por meio de rádios e jornais locais
  • compartilhe o link do evento nas redes sociais
  • escreva artigos para jornais locais
  • divulgue o evento em calendários, newsletters e informativos locais

Aqui você encontra muitas outras maneiras de espalhar a mensagem.

Passo 3: organize, organize, organize

Crie uma lista de tarefas com tudo que você vai precisar para que sua #ClimateStrike [#MobilizaçãoPeloClima] seja um sucesso. Compartilhe a lista com todos os envolvidos, convide voluntários e atribua tarefas – aos voluntários e aos grupos de trabalho.

Reflita sobre como executar as seguintes tarefas:

  • Coordenação do grupo – encontros, apoio voluntário
  • Construção de parcerias e coalizões – proximidade e conexões
  • Materiais – flyers, cartazes, faixas, formulários de inscrição
  • Planejamento do evento – logística, autorizações, programação
  • Comunicação – e-mails de inscrição, redes sociais
  • Imprensa – releases, entrevistas, porta-vozes
  • Multimídia – fotos, vídeos
  • Acompanhamento – eventos, e-mails

Agora só falta fazer com que as pessoas compareçam no seu evento.

Não se esqueça de distribuir formulários de inscrição e flyers em todos os eventos de acompanhamento que você e seus parceiros organizarem.

A Mobilização Global pelo Clima vai gerar muito entusiasmo, energia e atenção para a ação climática na sua comunidade. É um momento excelente para absorver novos ativistas e voluntários que desejem participar de campanhas e grupos locais – para que a pressão continue depois de setembro.

Ideias para mobilizar a sua comunidade

 

Marchas

Se a sua comunidade tem um movimento climático expressivo e ativo, cogite organizar uma marcha pelo centro da cidade ou rumo a um prédio de governo. Quando há um número razoável de pessoas, as marchas são uma forma poderosa de levar sua mensagem às ruas (e divulgá-las na imprensa). Marchas fazem barulho, geralmente são disruptivas e tiram as pessoas da rotina para que pensem sobre uma mensagem e suas reivindicações.

Certifique-se de que suas faixas e placas – e todos os outros materiais – tenham apelo visual e transmitam claramente a sua mensagem.

Comícios

Como as marchas, os comícios ajudam a levar sua mensagem à esfera pública de forma expressiva. Comícios são ruidosos, ocupam espaço e rompem com a rotina das pessoas – especialmente se você estiver em um lugar movimentado. Você não precisa de um grupo tão grande quanto em uma marcha, mas ainda assim pode gerar muito impacto.

Comícios são ótimos para incendiar a multidão – as pessoas adoram vibrar! –, educar o público sobre nuances da questão e oferecer aos estudantes em greve e outros grupos parceiros uma plataforma para que a mensagem seja ouvida. Marchas e comícios andam melhor juntos!

 

Fotos de ações em solidariedade

Se a sua cidade ou o seu grupo forem pequenos, considere organizar uma foto que demonstre de forma mais expressiva o apoio da sua comunidade à Mobilização Global pelo Clima.

Para isso, organize a ação em um lugar icônico do seu trabalho ou da sua comunidade (exemplos: a prefeitura, uma ponte, o panorama urbano ou outra vista famosa).

Esse tipo de ação pode ser bastante fácil e rápido de organizar. Exemplos: uma faixa estendida em um prédio, um simples encontro de pessoas ou qualquer tipo de ação pacífica que valorize um espaço e demonstre solidariedade às milhões de pessoas que estarão nas ruas naquele dia. Expresse sua mensagem em faixas, cartazes, adereços ou em qualquer outro suporte visual criativo!